Depois de todas as tempestades e naufrágios, o que fica em mim é cada vez mais essencial e verdadeiro. Caio F.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011



Você sabe que não sou mulher de arrependimentos, de olhar pra trás, essas coisas. A gente tem que mirar no alvo e atirar, pronto, foi. A flecha não volta. Se acertamos ou erramos, não tem volta. Foi assim que levei a vida sempre..

3 comentários:

  1. Tem um memê literário pra você no meu blog!
    olha lá: http://daanisants.blogspot.com/

    Bgs ;*

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo blog, seguindo também!

    ResponderExcluir
  3. aaah tabem adorei seu blog, seguindo de volta *-*

    ResponderExcluir